terça-feira, 9 de setembro de 2014

O que fui - (Caio S. C.)

Atrasado - por Caio S. C.

Muita coisa fiz,
nada também foi feito,
me sujei para tocar-te,
me perdi para beijar-te,
guardei um segredo no peito.

Sonhos que nunca tive
eu tive de destruir,
amores que adquiri,
esqueci para te seguir.

Em mil lugares ao mesmo tempo
ao seu lado eu ansiava estar,
posicionando todos meus Eu's
um só lugar,
em um ser só,
feito para te amar

Ainda acredito que sejas uma ilusão
a maior distração já inventada
a paixão mais perdida e calorosa
a mais platônica dentro das madrugadas.

Estar perto de você parece proibido
me abrir parece armadilha,
sua reciprocidade parece um truque,
no qual me vejo mergulhar.

Oceano profundo é o caminho até você
a pressão de estar perto vai me matar
me fazendo explodir,
ou morrendo sem ar.

Apenas me diga a verdade,
diga-me que estou enganado,
tudo é uma falsa realidade
ou acredito que sou amado?







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget