domingo, 13 de maio de 2012

A poesia ao desenhista. (Caio S.C.)




Feito de matéria,
Essência espiritual.
Forja com a mente a realidade,
Com a força apaga o mal.
Em uma mão o dom da criação,
Na outra,
O de refazer,
Renascendo do zero,
Ideias,
Que outrora não poderá ser
Algo útil e de mensagem
Com poder de comunicar,
Com emoção e inteligência
O que não poderia sozinho
Se expressar.

Caminha sozinho,
Por um caminho sujo,
Tinta,
Sempre aprendendo consigo
Num mundo injusto.
Tenta.
Seu lápis é uma espada,
Suas ideias,
Seus poderes.
Seu escudo uma borracha,
Que apaga o mal que fez,
Os erros do passado são reconstruídos
Dando-lhe asas a lucidez.

A Consciência é sua amiga,
Mas a Genialidade é seu pai,
Tudo que faz tem um propósito,
Em cada ponto de detalhe,
Caso avista algum inimigo,
Sua mente diz:
Retalhe!

A mãe é a Loucura,
Parecida com o pai.
Mas não conta com a razão,
Simplesmente vai e faz.
Risca pra lá,
Rabisca daqui,
Concerta o que há
Volta a se repetir,
Usando o traço da criação,
O dom de poder pensar,
Junta tudo,
Com ou sem lógica,
Para num objetivo chegar.

Tem os conceitos em si,
Alinhamento e cor,
As emoções e sofrimentos,
Voltam-se como beleza numa flor.

Pois essa é vida do desenhista,
O pequeno criador,
Quando faz sua sina,
Sabe o que é amor.
E passa outra vez,
Seu olhar pelo papel,
Revisa o que tem na mente,
Um mundo,
Um Inferno,
Tantas vidas
E seu próprio céu.

(Caio S.C.)

4 comentários:

  1. OLá Caio. Primeiramente linda poesia. Inspiradora. Deve levar adiante esse dom para literatura. Grandes mestres, escritores começaram suas carreiras desse modo.

    Sobre o trabalho, está de parabéns. Captou a essência de minhas aulas. Continue assim
    Abração,
    Giovani

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito Obrigado Profº, tanto pelos elogios quanto ao incentivo. Criticas são sempre de boa valia, negativas ou positivas. E gostei de ter chegado nas expectativas.
      Abraços
      ^^

      Excluir
  2. Que belo.
    Cheio de imagens e gestos.
    Gostei muito das alusões, e principalmente, da inspiração.

    E... obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado eu por me colocar nesses dois caminhos, o do desenho e da escrita. Me mostrou esses dois mundos, que são incríveis por natureza, e graças a nossas crenças e objetivos, se tornam cada dia melhores.

      Excluir

Ocorreu um erro neste gadget