quarta-feira, 30 de maio de 2012

Vem cá..! (Caio S.C.)


Vem cá se perder no meu abraço,
Você é meu presente,
Vai La pegar um laço,
Colorido,
De cetim,
Com uma etiqueta assim:
“Para: Você,
Meu querido;
De: mim”

Vou te puxar pro meu corpo,
Sem hesitar!
Corre,
Pula!
Acredite em nos,
Vou te segurar!
Eu te giro,
Façamos piruetas.
Sem medos,
Sem tanto perigos.
Sem maldade,
Sem caretas.

Entre meus braços,
Você estará comigo,
Numa aventura,
Onde existe um grande calor,
Sensações e loucuras.
E por que não,
Talvez,
Amor?!
Ou seria só doçura,
te fazer duvidar se é amizade,
Carisma ou ternura.

O importante é o ato,
esse que nos iguala,
nos bota na mesma sintonia,
diz o que nenhuma palavra fala.

Nossos abraços são como fogos,
não desperdice o show!
Vem cá,
mas vem logo!

(Caio S.C.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget