sexta-feira, 6 de abril de 2012

Na tarde, você em poucas frases. (Caio S.C.)


"Toda flor que encontro no caminho,
quero levar a você.
É minha tentativa de demonstrar
o que em ti consigo ver.

Em meio ao cinza da cidade,
olho aquela coisa colorida,
que me traz felicidade
e torna belo o dia.

Esqueço da dor,
da partida.
Do adeus que nem foi despedida,
e penso como quero você,
como mulher,
como bandida,
que rouba meu coração,
sem sentido e sem receio.
Você não é mulher de aposta,
mas sua felicidade é meu prêmio."




(Caio S.C.)

Um comentário:

  1. Linda sua poesia! Muito inspiradora.
    Sucesso.
    Gabriele e Cristiane =D

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget