sábado, 19 de outubro de 2013

Quanto Caio dura um Tempo?

“Quanto Caio dura um Tempo?”

(Arte própria: Sozinho - Caio S.C. [Ilustração para o poema "Quanto Caio dura um Tempo?"])

“Quanto Caio dura um Tempo?”

Quanto Caio dura um tempo,
Quanto ele faz durar?
E um amor
Dito verdadeiro
Ou palavras ao ar?
Vai embora,
não deixa paradeiro.

Demolidor dos próprios passos,
Deixados na areia
Ou asfalto,
Não deixa rastros.

Já dito hospedeiro
Não dura muito em qualquer lugar.

No conforto
Mergulhado em receio,
Não tem do que se orgulhar.

É viajante do espaço e tempo
Vai embora,
É nuvem passageira,
“Chegou a hora...”.
E ele se questiona:
“Quanto tempo vou durar...
nesse novo momento,
Nesse novo lugar?”
E todos perguntam
 “Quanto Caio Dura um tempo”

Pergunta difícil,
Resposta sem base alguma.
Sua existência é um eco audível.
Como luva.

Suave,
Como um tocar de violino,
Um piano ou oboé.
Ele é uma orquestra inteira
Com um publico aplaudindo de pé.

E chorando também,
Rindo,
Tendo fé de que ele já é alguém,
E não o fantasma que parece ser
Pois ele dura pouco.

Quem pisca
Corre o risco de não ver.

Os amores são rápidos,
Perfeitos demais.
Vem como vento,
Ilumina a vida de seu amor.

Não demora muito,
Ele ensina a pessoa a obter luz própria,
É ai que ele vai embora,
Deixa um vazio,
Que precisava existir
Para que a pessoa se preencha
E possa se ouvir.

Nasceu para ser vagante,
Amaldiçoado (O que também é uma benção)
Homem,
Errante.

Carta IX o representa
E assim ele vaga.
Pela vida sem riquezas,
Sua palavra é sua arma.

No coração sua pureza
E a maldição de ser a si mesmo,
Escrita em sua alma.


(Caio S.C.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget