sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Encaixe (Caio S. C.)


Encaixe perfeito é um perigo,
Posso estar com qualquer pessoa
Que sua casa vira abrigo.
Posso conhecer qualquer alma
E me tornar amigo.
Qualquer animal
E me tornar igual.

Não tenho encaixe,
Não sou uma peça
Sou uma forma,
Disforme,
Com fome
De quem ama,
De amor,
De ser amado.

Infinitas possibilidades me cercam
Outras infinitas me esperam,
As tentações me puxam pela camisa
Enquanto sigo meu caminho
Nublado
Aberto
Fechado.

Só depende de mim,
O mundo é meu,
Mesmo sem eu o possuí-lo.
Eu sou de todos,
Mesmo apenas a mim,
Pertencendo-me.

(Caio S. C.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget